Tijolo dispensa revestimentos

reprodução de reportagem, por Augusto Pio
Jornal Estado de Minas – 04/09/2016

Vantagens competitivas e técnicas mais eficientes e econômicas para a construção colocam produto como opção atrativa para obras sustentáveis

Conceito apresenta solução completa de construção residencial ecoeficiente, que incorpora todas as tecnologias de sustentabilidade
Conceito apresenta solução completa de construção residencial ecoeficiente, que incorpora todas as tecnologias de sustentabilidade

Empresa especializada na produção e comércio de blocos modulares de solo-cimento/tijolos ecológicos, a Terramax Tijolos Ecológicos atua desde 2013, prestando também todos os serviços para a construção de edificações eco eficientes. “Atuamos com foco principal no consumidor final, que objetiva a construção de imóveis residenciais de médio e alto padrão para moradia. Acompanhamos nossos clientes da especificação de produtos e definição de tecnologias construtivas à elaboração de projetos (arquitetura e engenharia), execução e gestão de obras, capacitação de mão de obra e assistência técnica total. Costumamos brincar, dizendo que estamos junto com o cliente”, diz o diretor técnico Ruston Albuquerque.

“Neste nicho, temos como principal cliente as famílias de classe média, que estão assimilando as tendências de estilo de vida, em que a moradia representa um upgrade importante para a qualidade de vida. Famílias que estão optando pela troca dos apartamentos por casas em condomínios em regiões privilegiadas da região metropolitana, em busca de segurança, privacidade, comodidade, espaço e conforto. Contudo, dadas as qualidades e vantagens competitivas do produto e de suas técnicas, muito mais eficientes e econômicas para a construção, também atendemos empresas como a Arcelor e a CNH (Iveco) e outras em construções de instalações industriais, ONGs que constroem instalações de interesse social, além de outros clientes das classes ascendentes, que estão descobrindo as vantagens econômicas e práticas para construção, ampliação ou reforma de suas casas”, ressalta Ruston.

Para todos esses segmentos, a empresa oferece produtos e serviços por demandas. “Atuando em redes de parcerias, conseguimos oferecer projetos arquitetônicos, de instalações e de estruturas a preços acessíveis a todos os nossos clientes.” Geralmente, os clientes de classes ascendentes não têm acesso aos serviços de arquitetos, engenheiros e projetistas especializados, carência que a Terramax acaba suprindo, reduzindo os custos desses serviços, tornando-os muito mais acessíveis aos consumidores.

O empresário conta que a procura por soluções mais econômicas e eficientes para a construção civil tem aumentado à medida que os consumidores são informados sobre as alternativas tecnológicas. “Assim, temos sentido, a cada dia, maior interesse das pessoas em conhecer os diferenciais competitivos e a vantagens oferecidas pelos tijolos ecológicos. Os clientes nos procuram inicialmente buscando informações sobre os tijolos e quando entendem a economicidade do produto e de suas técnicas, acabam nos demandando também os serviços de projeto, capacitação e mão de obra.”

Clipboard01
Face desta matéria, como foi publicada no caderno Negócios e Oportunidades, do Jornal Estado de Minas, 04/09/16.

A Terramax é uma empresa que se vale de uma rede de parcerias para trazer ao mercado seus produtos e soluções de construção. Esse processo envolve diretamente, entre a fabricação de tijolos ecológicos até a elaboração de projetos e execução de obras, uma media de 25 profissionais de diferentes áreas de atividade. “Trabalhamos com um produto diferenciado, em que a qualidade é garantida com a padronização e o controle tecnológico da produção. O produto em si encarna uma diferenciação enorme e evidente frente aos seus concorrentes. Desde o design, com soluções de encaixe que dispensam o emprego de argamassas de assentamento, a uma superfície retificada, que dispensa revestimentos para acabamento. As características únicas dos tijolos ecológicos tornam a construção até 35% mais barata se comparada a outras técnicas tradicionais de construção de alvenaria”, esclarece o empresário.

BONS VENTOS Segundo Ruston, até meados de 2015, a empresa vinha numa curva ascendente de desempenho comercial. Com o agravamento da crise política, dentro de um cenário de pessimismo e incertezas, o crédito ao consumidor se retraiu drasticamente e os custos do spread bancário nas transações financeiras se elevando a níveis estratosféricos, muitos clientes optaram por postergar os planos de investimento e construção e a Terramax acabou por observar redução importante na velocidade de crescimento de seus negócios.

Clipboard012
Jardineira construída com tijolos ecológicos

Mesmo assim, a empresa está consolidando sua posição no mercado e, muito embora tenha postergado planos de investimentos e de crescimento, ainda mantém as perspectivas de expansão. “Acreditamos que o pior da crise já foi superado e, aos poucos, retomaremos nossa trajetória de ascensão. O crítico agora é sobreviver ao fim de um inverno de tempestades econômicas para crescer mais forte em uma estação de colheita que certamente virá. Já podemos ver alguns sinais do sol além das nuvens.”

O foco da empresa, embora tenha importantes clientes institucionais e corporativos, está no atendimento ao consumidor interessado em construir a casa dos sonhos para sua família. “Nosso market share se concentra entre os consumidores das classes B e A, com idade entre 35 e 55 anos em média, jovens casais e famílias que estão em busca de segurança, privacidade, conveniência, conforto e da qualidade vida oferecida, por exemplo, em condomínios localizados em zonas privilegiadas da Região Metropolitana de BH. Para este público em especial é que criamos o conceito Casamax, solução completa de construção residencial eco eficiente que incorpora todas as tecnologias de sustentabilidade, como leiaute inteligente, geração de energia limpa e renovável, eficiência hídrica e energética”, ressalta o empresário.

Deixe seu comentário